terça-feira, 16 de março de 2010

Os Sonetos de Santini - Caduco 2006


Este foi o meu primeiro soneto, escrito para participar de um concurso aqui em Jacaréi, chamado "1º Festival de Sonetos - Chave de Ouro" e o meu soneto foi um dos escolhidos.



Caduco

Não me caduque, mais do que caduco estou.
Não me machuque, mais do que machucado sou.
Não me rasure, mais que confuso vou.
Não me pergunte, mais que explicado sou.

Não me repreenda, mais do que repreendido fui.
Não me amaldiçoe, com palavras que flui.
Não me mate com aquilo que me constitui.
Não me provoque com o que te influi.

Não me destrua, por mais que eu me restitui.
Não me influencie, por mais que eu te influi.
Não me esquece, mais do que esquecido fui.

Não me mande, mais que eu digo que vou.
Não me entristece, mais que entristecido estou.
Não me abandone, mais que abandonado sou.
Alison Santini

Nenhum comentário:

Postar um comentário